sexta-feira, 23 de maio de 2014

Quadrilha interestadual é presa no ceará com jóias e eletrônicos no valor de um milhão.

Quatro homens, acusados de integrar uma quadrilha interestadual de assaltantes, foram presos na tarde de ontem em um apartamento de luxo na Praia do Futuro, em Fortaleza. De acordo com a Polícia, a quadrilha se preparava para executar assaltos a bancos. Antes, para levantar recursos financeiros, praticaram dois roubos a estabelecimentos comerciais na última quarta-feira (21), em Fortaleza. O bando atacou uma joalheria no bairro Água Fria, e um supermercado, no bairro de Fátima. Após investigações, o quarteto foi localizado pela Polícia. Foram presos Herickson Alves Guimarães, 27, que possuía mandado de prisão em aberto por latrocínio e responde por roubo e formação de quadrilha; Douglas de Almeida Santana, 23; Bruno Renersson Nascimento e Robson Alexandre da Silva. Bruno e Robson apresentaram identidades falsas. Todos são naturais de Cuiabá, Mato Grosso.

A operação que capturou o bando contou com a participação de agentes da Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), policiais do Serviço Reservado, e inspetores da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF).
O delegado adjunto da DRF, Eduardo Tomé, explicou os trabalhos realizados pela Polícia, que em menos de 24h conseguiu chegar aos assaltantes.
"Começamos a investigar o grupo após os dois roubos. As vítimas afirmaram que eles possuíam sotaque diferente, e isso nos chamou a atenção. Recebemos a informação de uma quadrilha vinda do Mato Grosso e, após investigações da Coin, conseguimos localizá-los. Com eles, encontramos centenas de celulares, notebooks, câmeras fotográficas, relógios, joias, dentre outros produtos roubados".
Todo o material roubado, segundo as vítimas, soma cerca de um milhão de reais. Contudo, nem todos os produtos foram recuperados. "Acreditamos que eles já conseguiram se desfazer de uma parte. Estavam levantando recursos para, provavelmente, atacar algum banco aqui no Ceará", disse o delegado adjunto da DRF.
Dinheiro e armas
Além dos eletrônicos e das joias, foram apreendidas duas armas, sendo uma pistola calibre 9 milímetros importada e um revólver calibre 38, ambas municiadas.
Chamou a atenção da Polícia que o grupo possuía, ainda, cerca de R$ 34 mil em espécie, sendo alguns pacotes de moedas agrupadas, que não eram oriundos dos dois assaltos na Capital. Também foi apreendido com a quadrilha um veículo Golf.

Levi de Freitas
Repórter
Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário